Arquivo do mês: setembro 2011

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Para Llansol

Vou amanhecer na hora das cebolas, nas camadas da pequena Teresa.Chegar onde a água inunda.E deitar sob os pés de alface daquela velha casa. A senhora, nas saias longas, me segue pelas cortinas. Seus olhos me pediam para enfiar o filho … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário