Arquivo do mês: abril 2012

Por que amo Llansol

Estive discretamente a dizer              porque amo Maria Gabriela Lansol   Fiel à letra, escrevo. Fiel ao amor, “mesmo se o corpo com isso haja de sofrer”, pois que o amor, hoje, é palavra mal-dita, escrevo. O amor, amorte, a … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

Por que amo Llansol

Por Que Amo Maria Gabriela LLansol por Vania Baeta                         Há quase quinze anos. Estava finalizando o curso de psicologia e cursava, então, a última disciplina — “Psicanálise e Linguagem” — ministrada pela Profa. Leila Mariné. Nada no horizonte … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Por que amo Llansol

Fragmentos de uma prova inconfessável de amor     O texto que leio ama-me? Ou não me ama? O que alcançarei quando atingir o seu sexo? O ligar ao prazer do meu que é verdadeiramente ______                                                            … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Domingo de Páscoa

Para celebrarmos o Domingo de Páscoa em pleno sol de abril, dois fragmentos de Llansol. “Jodoigne, 10 de Abril de 1977/domingo de Páscoa Não é preciso fazer. Não é preciso fazer. Não é necessário agir necessariamente. Meus dois livros repousam, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Por que amo Llansol

Belo Horizonte, 5 de abril de 2012   Querida Gabriela,   é noite. É sempre noite quando te escrevo.  Acho que é a primeira vez que te chamo assim: Gabriela. Sempre te chamava de Llansol, lembra?  Você gostava que fosse assim, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário