Por que amo Llansol

Por que amo Llansol: 

porque leio o lápis – e o raio se faz

porque distinto o verso – há quase um livro

porque com o coração no punho – escrevo

porque no começo do livro – já é precioso

porque há ervas, daninhas, e pregos – mas há legentes também

porque sinto romance – quando o sol não morre

porque amo o cão – e o homem, próximo, também

porque temo o inquérito, por sua verdade derradeira – mas sou muita confidência

porque o mal, embora errante, jaz – assim como o instante, também

porque causas – e constitui, junto, o meu ser

porque um beijo será dado – sempre mais tarde, na hora última

porque jogo com liberdade – e sem regras é mais que jogo: é vivo

porque, amigo ou amiga, só procuro – o curso do silêncio

porque quero ser – para além da sebe

para além do ser – que sou

para além do branco – que é seu

texto que amo

porque há –  

sem razões para amar.

[Liana Portilho – julho, 2012]

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s