Conversas com Llansol

Aos 127 anos do desaparecimento de Emily, “called back”, como ela dizia.

Imagem

The Homestead – Amherst, MA.
Foto de Fernanda Mourão

 

Pela Beleza morri – mas mal

Me tinha ao Túmulo acomodado

Quando Um que morreu pela Verdade

Colocaram na Cova ao lado –

 

Indagou-me manso, “Por que fracassei?”

“Pela Beleza”, respondi –

“Eu – pela Verdade – sei, é o mesmo”,

Ele disse, “Somos Confrades –

 

E assim, como Irmãos, à Noite –

Entre Túmulos falamos –

Até que o Musgo alcançou nossos lábios –

E cobriu – nossos nomes –

(Trad. Fernanda Mourão)

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Conversas com Llansol

  1. Lucia Castello Branco disse:

    Linda tradução, Fernanda. Nos também, do lado de ca, pela Beleza e pela Verdade, escolhemos morrer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s