Dedico-vos estes textos

Um ano antes da morte de Maria Gabriela Llansol, Gabriel Sanna e Mauro Cordeiro Andrade fariam uma viagem a Portugal e a Bélgica, percorrendo as paisagens llansolianas, buscando seguir o percurso por ela mesma indicado em “O pensamento de algumas imagens” e em depoimentos como este: “…  porque, no fundo, eu acho que sou guiada pelo olhar. Para mim, a palavra começa na intensidade do olhar.”

Hoje, sete anos depois da primeira edição de “Redemoinho-Poema”, filme já exibido em diversos festivais nacionais e internacionais de cinema e distribuído como encarte do  volume 2 dos “Cadernos de AmorÍmpar” (BH: Editora UFMG, 2009), Gabriel Sanna propõe uma nova edição do filme, mais curta, mais condensada, buscando apurar, ainda mais, a intensidade do olhar em direção ao fulgor.

É esta edição que aqui ele nos dá a ver, dedicando-a a Mauro Cordeiro Andrade, seu companheiro de viagem  neste Redemoinho-Poema.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s