Arquivo do mês: março 2015

Estético Convívio

Encerramos ontem, dia 29 de março, nossa leitura do Zaratustra, conduzida pelo olhar e pela escuta de Juliano Pessanha, aquele que um dia se autorizou a ler Nietzsche em primeira pessoa, porque “ler é emprestar sua ferida para receber a … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Estético Convívio

  Era cedo ainda quando um poema, um único poema, guardou os olhos e as mãos… É sempre cedo quando isso acontece. Guardada nas águas de um poema-rio, Raquel desenha o tempo, as estações, a vastidão, o ínfimo. Pequenas gotas … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Companheiros Filosóficos

Continuamos, hoje, com a postagem das partículas que compõem a conclusão da tese de Doutorado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada, de Erick Gontijo Costa, intitulada “acurar-se da escrita — Maria Gabriela Llansol”. Leia, a seguir, a décima primeira … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

Dedico-vos estes textos

para Maria José Boaventura pelos álbuns chineses pelo falcão no punho por sua maneira distante de fazer amor: pelos olhos e pela palavra. E também pelo tempo.         Novos brotos das bambuas, mais altos que o beiral; … Continuar lendo

Imagem | Publicado em por | Marcado com | Deixe um comentário

Dedico-vos estes textos

  “Ter um tronco e equilibrá-lo é preferível a ter memória” para Maria Gabriela Llansol, em pensamento de árvore. 3 de março de 2015.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Companheiros Filosóficos

Continuamos, hoje, com a postagem das partículas que compõem a conclusão da tese de Doutorado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada, de Erick Gontijo Costa, intitulada “acurar-se da escrita — Maria Gabriela Llansol”. Leia, a seguir, a décima partícula, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário