Esta é minha carta ao mundo

Manoel e Lucia

Em memória de Manoel de Barros, guardador de águas, nascido a 19 de dezembro de 1916, postamos, neste fio de água do texto, imagens de Maria José Vargas Boaventura, carta do poeta enviada a Lucia Castello Branco, e foto de um primeiro encontro em Campo Grande, na casa do poeta, no mesmo ano de 1996, após catorze anos de correspondência ininterrupta.

Neste pequeno altar, nossa carta ao silêncio de um mundo em que se abriu um rasgão, depois que o sabiá com trevas desapareceu de cantar.

                                                                        “É ínvio e ardente o que o sabiá não diz

                                                                        e tem espessura de amor”

FullSizeRender (47)

Manoel 1

Captura de Tela 2015-12-20 às 00.55.24

Manoel 2

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s