Pensar a Literatura Incomparável

Marina Tsvetáeva                                                                Marina Tsvetáeva

Continuamos a “Pensar a Literatura Incomparável”, a partir da proposta de uma “ética da literatura”, com o texto de Vanda Pignataro sobre  a poeta russa Marina Tsvetáeva, que um dia sonhou alto o texto de seu próprio epitáfio: “Ne daigne”. “Não ceda”.

Por ela também, que teria a seu modo anunciado a geografia imaterial por vir, certamente Llansol teria, um dia, escrito: “Imensa é a generosidade dos poetas”.

Leia, aqui,  TextoVandaPignataro.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s