A textualidade em pedaços

janela-de-elizabeth-bishop           Janela de Elizabeth Bishop — Foto de Fred Amòz — 3 de março de 2014

 

Abro-vos a Casa numa interrogação.

A casa é esta _________ lugar e corpo dividido, onde meu corpo se interroga,

reunindo os fragmentos das coisas _______ coisa é uma janela,

a noite,

a descida rápida da temperatura húmida,

um carro que parte em frente do portão,

os lugares à volta e as suas tardes de festa em dias de verão,

o momento seguinte do silêncio,

o que nasce de nós,

perto, em redor e tão longe.

(Trecho de Onde vais, Drama-Poesia, recolhido numa primeira noite de horário de verão, por Lucia Castello Branco.)

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s